sábado, janeiro 22, 2005

Cara d´Alho, a Revelação

A nova revelação do futebol nacional é junior e tem o nome de Cara d´Alho. Fui a casa de um amigo e, de caminho, passei pelo "Estádio Municipal" de Porto Salvo, onde estava a decorrer um jogo. Estive a assistir alguns minutos e o que me chamou a atenção foram os comentários dos jogadores e do público acerca de um jogador que tinha o nome curioso de Cara d´Alho. Sempre que algum jogador tocava na bola ouvia-se: "Passa, Cara d´Alho!". Ou então, "Cara D´Alho, não desistas!!"; "Cara d´Alho, o puto é bom." Desconfio que ele não tinha posição fixa, pois o nome dele ouvia-se fosse qual fosse a zona do campo por onde a bola andava.
Espero que os olheiros do Benfica não percam esta contratação.

Breves

A moda agora são as biografias. A última foi lançada por Mónica (não é a Geller, é a das Delírio) e tem todos os ingredientes para ser um best-seller. Para quem quer saber o que ela faz entre festas só tem que comprar este livro.

Ídolos, Academia de Estrelas e Operação Triunfo. O que é feito destes cantores todos e por onde andarão? Como Relações Públicas de discotecas e bares não deve ser, pois os Big Brothers já ocuparam as vagas todas.

O que é feito do pequeno Macaulay Culkin? As más linguas dizem que anda há 10 anos num curso de 1 ano para actores.

Na semana passada durante as marés vivas que se fizeram sentir, uma repórter foi entrevistar os surfistas e as pessoas que estavam na praia e perguntou-lhes se achavam que aquelas ondas eram um indício de um possível Tsunami. Um senhor tratou de elucidar esta brilhante reporter, dizendo que aquelas ondas são normais nesta altura do ano.






Comportamentos exemplares

o FC Porto anunciou em comunicado, entre outras coisas, que o comportamento de Nuno Cardoso foi exemplar.
No natal, um amigo ofereceu-me um DVD do Phil Collins. O comportamento dele também foi exemplar

sexta-feira, janeiro 21, 2005

Liedson de novo

Consta que o Sporting vai mandar Liedson de férias para o Brasil uma semana antes do jogo com o Benfica para a taça.

O Grito dos Grandes de Lisboa

Dias da Cunha e Luis Filipe Vieira encontraram-se ontem num hotel de Lisboa numa tentativa de chamar a atenção do poder político sobre o futebol português.
“Que os políticos ouçam o nosso grito”, disseram. No entanto, tanto Santana Lopes como Paulo Portas e até mesmo José Socrates afirmaram que não ouviram nada, remetendo o assunto para os acessores.
Por outro lado, Luis Filipe Vieira e Dias da Cunha já marcaram uma nova reunião para a porta da assembleia da república.

quinta-feira, janeiro 20, 2005

Trânsito intestinal

Existe uma determinada marca de iogurte que diz ser a solução para regularizar o trânsito intestinal. Em vésperas de eleições espanta-me que ainda ninguém tenha debatido esta questão. O problema foi identificado entre o terceiro e o quinto metro do intestino, especialmente durante as horas de ponta. O trânsito pode atingir por vezes os três metros, especialmente entre as 8 e as 9 horas da manhã. Mais informações sobre este assunto quando se justificar.

Humor de Mestre

Gosto muito dos Gato Fedorento, mas estou ansioso por ver de novo um programa de humor do Herman José. A presença de pessoas como Linda Reis, Alexandrino, Helderes ou professores Herreras não estão a fazer bem ao Herman Sic.

Apelo Urgente

Gostava que as pessoas que ainda teimam em deixar as bandeiras nas janelas as tirassem ou as substituissem por novas, sff. É que ver bandeiras meio rasgadas ou com as cores comidas pelo sol faz-me lembrar o estado da nação.

quarta-feira, janeiro 19, 2005

Portas

A pensar na campanha eleitoral, Paulo Portas já comprou uma boina nova, baton e um manual intitulado: "O calão nos mercados portugueses".

Laranjas

Santana Lopes, ao discursar em Mira, afirmou que a dissolução foi um "golpe político" para levar o PS ao poder. Os 500 apoiantes que estavam na casa do povo de Mira, ouviram ainda Santana Lopes dizer que pretende um "levantamento nacional" contra o "embuste político" que diz ter sido alvo.
Alguém na plateia sugeriu gravar um DVD e entregar na Liga de Clubes para análise deste caso.
Longe vão os tempos em que, após ser caricaturizado num programa de TV, Santana Lopes ponderou abandonar a política. Hoje em dia é apunhalado pelas costas, é vítima de embustes e de outros comentários e não há maneira de ir embora.

Harry, O Nazi 2

O príncipe Carlos já não vai levar os seus filhos a visitar o campo de Auschwitz. Consta que Carlos ficou com medo de que Harry, depois da visita, queira seguir uma carreira como ajudante de padeiro.

Liverpool eliminado da Taça de Portugal

Segundo o Diáriodigital, o Liverpool foi eliminado da taça de Portugal contra o Burnley. Para quem não sabe, Burnley é uma vilazinha lá para os lados de Castelo Branco

nota: O diariodigital ja corrigiu a notícia e, assim, estragou um bom post deste blog

terça-feira, janeiro 18, 2005

Do you speak English?

Rapariga: Do you speak English?

Homem1: No, i´m sorry.

Rapariga: My car´s broken down, and i wondered if you could tell me where to find a garage.

Homem1: Well, that´s wasted on me. I don´t understand what you´re saying.

Rapariga: You don´t speak english at all?

Homem1: Not a word, no. It´s one of those things i wish i´d paid attention in school. (aparece outro homem). Excuse me, do you speak english?

Homem2: English? No, whats the problem?

Homem1: I don´t know, i can´t understand her.

Rapariga: Hi, my car´s broken down and i need to find a garage.

Homem2: No, i´m sorry, i don´t understand that at all.

Rapariga: All right, thanks.

Homem1: That way, about a half a mile, there´s a village. There might be somebody who speaks english.

Rapariga: Ich Spreche bisschen Deutsch. Sprechen sie deutsch?

Homem1: Deutsch? Nein. Sprichst du deutsch?

Homem2: Nein. Nun, ein oder zwei worten, aber ich bin nicht fliesent.

Homem1: I´m sorry we couldn´t be more help.

homem2: Sorry about that. Next time you´re over, maybe we´ll have learnt english for you.

Homem1: Ja, oder deutsch vielleicht

Homem2: Ja, das wate toll.

Rapariga: Thanks anyway

depois de a rapariga se afastar:

Homem1: I can speak english
homem2: So do i

BIG TRAIN

Autógrafos

O que leva uma pessoa a ficar horas numa fila só para ter a assinatura de alguém famoso? O que será que o alguém famoso está a pensar quando assina durante horas o seu nome para desconhecidos? Porque será que há pessoas dispostas a apanhar grandes secas apenas para ter o autógrafo de um Big Brother?
Já repararam que os jogadores de futebol, especialmente os mais conhecidos nem sequer olham para a pessoa para quem estão a dar o seu autógrafo?
Certas pessoas encaram o autógrafo de outra maneira: "O Tom Cruise deu-me um autógrafo, deixa-me convidá-lo para um almoço lá em casa". Porque será que as pessoas têm esta fixação de convidar as vedetas para irem visitar a terra delas ou para um almoço ou jantar? É que no momento em que recebem o papelinho assinado partem do princípio que se estabelece logo ali uma relação de grande amizade: "Obrigado, Tom, quando precisares de alguma coisa dá-me um toque". E lá vão eles depois mostrar aos amigos as fotos e a assinatura que tiraram. "Olha, o Tom vem cá almoçar um dia destes, vê lá se deixas a cozinha limpa."
Enquanto isso, o Tom nem sabe que ele existe no meio das centenas de autógrafos e fotografias. Quem diz o Tom, diz o Schwarzenegger ou o Zé Maria.

Nunca liguei muito a isso. Moro perto de algumas figuras conhecidas do teatro e televisão, que admiro, e já os vi pessoalmente algumas vezes, mas nunca tive esse impulso de ir pedir-lhes um autógrafo. Foi preciso chegar aos 34 anos para ir chatear um grupo de rapazes com talento e ter as suas assinaturas no DVD que tinha comprado. Quero só dizer que não deixei esse facto subir-me à cabeça e que já os perdoei por não terem aparecido lá em casa para jantar.

segunda-feira, janeiro 17, 2005

Harry, o Nazi

Para se ser principe não é preciso ser-se muito inteligente, basta ter a sorte (ou o azar, depende do ponto de vista) de nascer no sítio certo. Foi o que aconteceu ao filho mais novo de Carlos, que não deve muito à esperteza, como se sabe.
A sua última aventura foi numa festa de aniversário de um amigo, em que os convidados deveriam ir mascarados, e ele apareceu com uma farda nazi. Esta inteligência real já veio pedir desculpas pela sua atitude, alegando que não tinha consciência que a sua brincadeira fosse levada tão a sério. Alguém se deve ter esquecido de dizer a este rapaz o quanto os ingleses sofreram durante a 2ª Guerra Mundial, durante o Blitz (Batalha de Inglaterra), o extermínio de judeus e os milhões de mortos causados pela ideologia dessa gente.
Mas nem tudo está perdido. O Principe Carlos ficou zangado com esta atitude do filho e planeia levar Harry e William (que não se vestiu de Nazi, mas que estava com o irmão quando este comprou o fato numa loja e não o impediu) a Auschwitz, para verem o que foi a realidade nazi.

domingo, janeiro 16, 2005

Carolina Salgado, a Santa

Neste momento, na SIC, Herman José entrevista o presidente do fcp, J.N.Pinto da Costa e a sua jovem esposa. Segundo Carolina Salgado, ser recebida por João Paulo II foi um dos momentos altos da sua vida a seguir ao nascimento dos filhos. Aliás, existem fotografias durante o jogo SLB-Fcp que provam este seu lado católico praticante e o amor pelo próximo.
Pinto da Costa continua a ser o mesmo entertainer de sempre, aplaudido pelo seu próprio público que delira com cada frase que diz. Os habitantes de Vale de Judeus aguardam com ansiedade a sua chegada para algumas noites de comédia.